<

em reentrada

em minhas tentativas de auto-terapia,
    (falar comigo mesmo substitui um profissional, certo?)
cheguei à seguinte conclusão:

eu tenho uma relação tóxica com a inspiração.

parece que pra escrever,
           pra sentir,
eu preciso me queimar
como quem vem do espaço
em fragmentos

que pra me sentir bem, tenho que me sentir mal
um mal poético, idealizado, disassociativo

acho que fiquei sentindo o vazio por tempo demais

<